Planejamento de campanha eleitoral: 5 dicas de ouro

por Equipe Nerit - 14/06/2017 ⇠ Veja outros Posts

Pleitear um cargo público eletivo não é uma tarefa fácil. Você precisa estar atento a cada passo para não prejudicar todo o seu trabalho, levando a imagem de um candidato por água abaixo.

Para você minimizar os erros e maximizar os bons resultados, o blog post de hoje traz 5 dicas de ouro que tornarão o planejamento de campanha eleitoral bem mais efetivo, sempre mirando no seu objetivo principal: ganhar as eleições. Vamos lá?

1. Estabeleça um cronograma

Estabeleça um cronograma

Cada ação realizada dentro de uma campanha eleitoral  precisa ser programada. Você não pode deixar que todo o trabalho  corra solto, até porque o TSE (Tribunal Superior Eleitoral, instância máxima nas eleições) estabelece uma série de prazos que tem por obrigação serem cumpridos.

Por isso a nossa primeira dica para o planejamento de campanha eleitoral é: estabeleça um cronograma! As tarefas têm de ser lançadas no seu plano com data para começar e para terminar.

Crie cronogramas para cada setor de sua campanha: marketing, finanças, relacionamento com eleitores e outros políticos e etc. Depois disso estabeleça o que terá que ser desenvolvido em cada segmento. Não se esqueça de estipular o tempo disponível para que cada tarefa seja executada e mantenha sua equipe sempre atenta aos deadlines.

Você pode ainda alinhar algumas condutas que deverão virar rotina para você e seu time durante a campanha eleitoral. Alguns exemplos de práticas interessantes para fazer parte de sua busca pelo pleito:

  • Reuniões com a equipe;

  • Reuniões com lideranças;

  • Corpo a corpo com o eleitorado;

  • Reunião orçamentária.

Esses são alguns pontos que podem rondar as atividades a serem desenvolvidas em seu planejamento de campanha eleitoral. Contudo, você e sua equipe saberão destacar as reais necessidades para disputa e para o candidato. O que vocês não devem fazer é deixar de elaborar um plano e estabelecer um cronograma para ele.

2. Alinhe a sua equipe

Alinhe a sua equipe

Em nosso post  “Como organizar uma campanha eleitoral: profissionais”,, você pode observar a importância de especialistas de diferentes  áreas dentro do processo de disputa para um cargo público eletivo. Vamos relembrar aqui os colaboradores chave para que tudo dê certo:

  • Coordenador geral de campanha: profissional gabaritado, com expertise em gestão, estratégia e liderança. Vai ser responsável por comandar e alinhar o trabalho dos outros profissionais.

  • Gestor financeiro: sujeito capaz de gerir os processos financeiros dentro da campanha, como a busca por fundos. Por isso tem que ter um perfil prospector bem significativo.

  • Marquetólogo: profissional com viés criativo, sem perder de vista a percepção estratégica. Cuida do material de campanha e da imagem do candidato.

  • Assessor jurídico: colaborador especializado em direito eleitoral. Responsável por analisar de o próprio candidato e os outros participantes da disputa estão concorrendo de forma limpa, segundo as indicações do TSE.

  • Pesquisadores: responsável por realizar pesquisas que irão ajudar nas ações de marketing eleitoral.

  • Militantes e cabos eleitorais: trabalhadores com o perfil comunicativo visando promover a imagem do candidato.

Esses são alguns dos exemplos de profissionais, cada área pode contar com mais profissionais equilibrando as funções. Mas acreditamos que esse modelo sirva como um bom ponto de partida para montar sua equipe.

Tão difícil quanto escolher essa equipe, é alinhá-la para o mesmo objetivo. O coordenador geral de campanha, como foi dito anteriormente, é o responsável por manter o time em um elo tático.

É muito importante que as ações estejam coordenadas, uma vez que cada área depende do sucesso da outra para que também alcance seu êxito.

Existem ferramentas que possibilitam essa integração. O uso de um sistema de gestão de campanhas eleitorais pode criar um ambiente onde as informações podem ser compartilhadas, contribuindo para um bom desempenho geral da equipe.

3. Monte um banco de dados de seus eleitores

Monte um banco de dados de seus eleitores

Como dissemos anteriormente, uma das ações que devem entrar para o cronograma do seu planejamento de campanha eleitoral é o corpo a corpo com os eleitores. Estabelecer vínculos já não é uma tarefa fácil. Imagine só se as informações do seu painel estiverem soltas, descentralizadas , ou em uma agenda de papel?

Você precisa conquistar os seus eleitores, e para isso você tem que obter uma série de informações que irão te ajudar nessa tarefa. E é por isso que você precisa manter um banco de dados poderoso!

O software de gestão também te dar uma mãozinha nessa atividade. Na verdade ele vai ser uma baita mão na roda. Porque além de dar a opção de cadastro de dados, ele permite que você inclua as solicitações de cada membro da população. Assim, dar o feedback irá ficar bem mais fácil. Seu eleitor vai ficar contente com toda a atenção.

Um  banco de dados sólido irá ser a base para quase todas as ações que você estipulou no seu planejamento de campanha eleitoral. O marketing, por exemplo, vai adorar trabalho com a possibilidade de acesso a tanta informação pertinente. Portanto, não deixe essa dica passar.

4. Organize as finanças

Organize as finanças

Planeje seus gastos! Crie metas (você também pode fazer isso dentro de uma plataforma de gestão), só assim você saberá se o seu plano está ocorrendo conforme foi proposto.

Estipule verbas para cada setor da campanha e para cada tipo de eventuais gastos dentro dele. É interessante lançar como uma das atividades do cronograma  o momento de inserir as despesas em um sistema. Assim você pode ter mais controle do que entra e sai.

O coordenador de campanha junto com o gestor financeiro também devem colocar em pauta os possíveis doadores de fundo, para então buscarem levantar o capital oriundo dessas concessões.

Tudo deve estar muito bem organizado. O TSE obriga que os candidatos prestem contas dos gastos de campanha. O financeiro e o jurídico devem se alinhar nesse momento para deixar as contas em dia com a legislação.

5. Pense bem na imagem do candidato

Pense bem na imagem do candidato

O modo como um candidato é visto pela população é fator determinante para sua vitória ou derrota. Depois de um trabalho de pesquisa você tem que definir qual é o perfil de seu eleitor alvo, e assim, conseguir ter a percepção de seus anseios.

A partir da análise do perfil que o candidato deseja atingir, é preciso pensar em como ele irá fazer isso. É hora de pensar na imagem que o candidato irá transmitir. Mas estipule bem essa questão, porque é uma fase muito importante do planejamento de campanha eleitoral.

As características do candidato que ele quer passar devem estar presentes em cada mínima parte. Vídeo, folhetos, santinhos, redes sociais, emails, mensagem SMS. Tudo deve suscitar os predicados que você julgaram necessários para que fosse eleito. Esse é um passo muito importante!

Esperamos que esse post tenha esclarecido algumas de suas dúvidas. Se você quiser saber sobre planejamento de campanha eleitoral leia esse outro post do nosso blog, ele é um guia que vai te ajudar bastante! Assine nossa newsletter para receber nosso conteúdo em primeira mão. Até a próxima!

Passo a passo Campanha Eleitoral

Equipe Nerit

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Ligue agora:

11 4380-6606
Este site utiliza cookies para otimizar sua experiência durante a navegação. Ao continuar nesta página, consideramos que você concorda com a utilização de cookies. Ok, entendi.

© NeritPolítica

by nerit