5 dicas para organizar sua campanha eleitoral

por Ana Codeglia - 16/04/2017 ⇠ Veja outros Posts

Aqui no blog, sempre trazemos várias dicas para que você consiga os votos da população e atinja seu maior objetivo: ser eleito para o cargo almejado. Já trouxemos, inclusive, um guia completo com tudo o que você precisa saber para planejar sua campanha eleitoral.

Desta vez, decidimos trazer alguns conselhos para que você consiga organizar sua campanha eleitoral e, de fato, alcance bons resultados. Muitas vezes, os políticos sabem o que precisa ser feito, mas encontram dificuldades para realizar a gestão de todas as atividades, se perdendo no meio de tantas obrigações.

Se você seguir estas dicas, temos certeza de que será muito mais fácil manter uma organização de todas as atividades e realizar um controle completo em todos os âmbitos da sua campanha. Vamos lá?

1. Estabeleça metas claras

estabeleça metas

O primeiro passo para organizar sua campanha eleitoral é estabelecer quais são as suas metas. Se você não tiver uma ideia clara do que precisa ser alcançado em cada período de tempo, como conseguirá medir se os resultados estão indo de acordo com o esperado?

Votos e contatações

A quantidade de votos que você precisa ter para ser eleito é o primeiro número que precisa ser definido, pois é o que irá direcionar todas as outras ações da campanha, não é verdade?

Depois disso, é preciso saber quantos contatos devem ser feitos por dia para atingir essa meta de votos na reta final.

Geralmente, deve-se contatar um número 3 vezes maior àquele relativo aos votos  necessários. Então, se você precisa que 2000 pessoas votem em você, por exemplo, terá que fazer 6000 contatações, no mínimo.

Após ter consciência sobre esse valor, é preciso saber quantas contatações fazer por dia com o intuito de atingir sua meta. Para isso, você pode acessar o nosso simulador, que te permite saber quantas contatações devem ser feitas diariamente caso você comece seu trabalho hoje mesmo.  

Participações em eventos e visitas aos líderes

Outra meta bastante importante para organizar sua campanha eleitoral é definir quantas participações em eventos você fará e quantos líderes visitará. Isso permitirá que você mantenha uma frequência coerente de aparições e atinja um número grande de potenciais eleitores, com a possibilidade de acompanhar o andamento do seu trabalho.

Outras metas

Existem muitas outras metas que também podem ser definidas, como número de pesquisas realizadas junto aos cidadãos, interações em redes sociais com internautas, transmissões ao vivo pela internet, entre muitas outras.

O importante é que você defina tudo aquilo que é importante para você, pois só assim será possível traçar estratégias para realizar tudo que é necessário, bem como medir se o trabalho está ou não sendo feito.

2. Prepare um cronograma

elabore um cronograma

Após ter as metas da campanha bem claras e definidas, chega a hora de criar estratégias para, de fato, cumprir esses propósitos. Para isso, é indispensável ter um cronograma bem detalhado com tudo o que deve ser feito e com as datas de cada atividade.

Para isso, você pode fazer uma planilha com divisões relacionadas ao tipo de cada atividade. Por exemplo, é possível criar uma aba destinada às visitas aos líderes, outra destinada às ações em redes sociais, outra destinada às participações em eventos, e por aí vai.

Em cada uma delas, você pode montar um cronograma para cada mês, com ações semanais ou até mesmo diárias. É possível, inclusive, montar uma rotina bem definida: por exemplo, todas as segundas e quartas-feiras ficarão reservadas para visitas às lideranças.

É claro que só você e sua equipe saberão montar esse cronograma da melhor forma que se enquadre ao seu contexto. No entanto, o importante é que esse planejamento exista, e que esteja muito claro para todas as pessoas envolvidas nas tarefas.

3. Estabeleça um responsável para cada atividade

estabeleça um responsável para cada atividade

Outra ação importantíssima para organizar sua campanha eleitoral é definir, claramente, quem será o responsável por realizar cada tarefa. Será o próprio político, o chefe da campanha, um assessor ou um voluntário?

No próprio cronograma que citamos no tópico anterior é possível incluir essa informação, que é fundamental para que as atividades não fiquem sem dono e acabem não saindo nunca do papel.

Além da definição em si, é indispensável agendar reuniões de alinhamento com toda a equipe, para ter certeza de que cada membro tem ciência de suas responsabilidades e obrigações, garantindo, inclusive, um bom diálogo entre toda a equipe.

4. Acompanhe os resultados com frequência

acompanhe os resultados com frequência

Após definir as metas, montar um cronograma e estabelecer o responsável por cada tarefa, chega a hora de colocar a mão na massa! É o momento de agir e de colocar em prática tudo aquilo que precisa ser feito.

Mas é claro que para organizar sua campanha eleitoral e manter a gestão em dia é indispensável realizar um acompanhamento de tudo aquilo que precisa ser feito, de preferência diariamente. Quanto mais rígido for esse controle, menores serão as chances de que as atividades sejam esquecidas ou deixadas para depois.

Para que esses resultados sejam medidos de uma forma prática e confiável, você pode contar com um sistema de gestão; que é a nossa dica número 5, por sinal :)

Com o cadastro de metas em um software político, você estabelece objetivos para períodos específicos e pode acompanhar se essas elas estão sendo ou não alcançadas, com gráficos gerados instantaneamente!   

Você estabelecer um período para que que cada objetivo seja cumprido, acompanhando os resultados quando quiser. E isso pode ser feito com qualquer objetivo da campanha, o que garante uma maior eficiência do trabalho e uma maior facilidade para acompanhar e medir as ações, traçando estratégias para conseguir sempre os melhores resultados.

Neste vídeo, você pode ver um tutorial bastante didático sobre como cadastrar metas no NeritPolítica:

5. Conte com um sistema de gestão

conte com um sistema de gestão

Tudo bem, já demos um spoiler no tópico anterior sobre esta dica aqui, mas ela não podia ficar de fora! Para organizar sua campanha eleitoral, contar com um sistema de gestão é indispensável.

Com esse tipo de software, além de cadastrar a acompanhar suas metas, você conta com uma agenda integrada, cadastra sua base de contatos, realiza segmentações personalizadas dos dados, dispara emails e SMS ao seu eleitorado, cadastra as interações com cada cidadão, e muito mais!

Você pode saber mais sobre esse tipo de ferramenta neste post em que contamos tudo sobre como utilizar uma suíte de gerenciamento político. E, se quiser uma demonstração gratuita de um dos nossos especialistas, é só fazer sua solicitação aqui.

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas! Se quiser ler mais sobre o assunto, você pode baixar nosso ebook gratuito com o passo a passo de uma campanha eleitoral. Até breve! :)

Passo a passo Campanha Eleitoral

Ana Codeglia

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Ligue agora:

11 4380-6606
Este site utiliza cookies para otimizar sua experiência durante a navegação. Ao continuar nesta página, consideramos que você concorda com a utilização de cookies. Ok, entendi.

© NeritPolítica

by nerit